Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

GASMIG DECIDE CONGELAR O PREÇO DO GÁS NATURAL VEICULAR POR 90 DIAS

Compartilhe:

Em meio a reajustes nos combustíveis tradicionais, como gasolina e etanol, companhia aposta no congelamento da tarifa para que veículos sejam convertidos

 

​A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) anunciou, nessa quarta-feira (03/03), que passará a congelar o preço do gás natural veicular (GNV) por 90 dias. A medida foi tomada em um momento em que o Brasil passa por altas consecutivas dos combustíveis tradicionais, como a gasolina e etanol. Com isso, a expectativa é que motoristas convertam seus veículos para o GNV.

Atualmente, Belo Horizonte tem cerca de 30 mil veículos movidos por GNV, de acordo com a Gasmig. Número muito menor que o registrado no Rio de Janeiro, onde, segundo a companhia, registra 1 milhão de veículos com gás natural. “Nós precisamos mudar essa mentalidade de Minas Gerais. Achamos que, por bem da empresa e do mercado, seria uma oportunidade de, neste momento, enquanto há discussão dos preços dos combustíveis, a gente congelar esse preço por 90 dias”, disse o presidente da Gasmig, Pedro Magalhães, ao Estado de Minas.
De acordo com pesquisa da própria Gasmig, o preço médio do metro cúbico do GNV em Belo Horizonte e na Região Metropolitana é de R$ 3,40. Valor abaixo do praticado com o litro do etanol, que é negociado em uma média de R$ 4,12, além do litro da gasolina, com média de R$ 5,57.
Com isso, motoristas que fazem a escolha pelo GNV percorrem maior distância pagando menos. Por exemplo: condutores que abastecem R$ 50 de gasolina rodam por 96 km, enquanto aqueles que optam pelo etanol, colocando o mesmo valor, conseguem dirigir por 90 km. Com o gás natural, a distância podia chegar a 200 km.
Incentivos
Ainda de acordo com Pedro Magalhães, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), sancionou uma lei que isenta por dois anos o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para carros fabricados no estado e que sejam movidos a GNV.
Além disso, Magalhães revelou que está tentando a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o GNV que, atualmente, é de 18%.
Fonte: Estado de minas

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Relacionadas

Gás Natural e a Inteligência Artificial: tecnologia demanda combustível sustentável

O Gás Natural e a Inteligência Artificial apresentam uma relação mais estreita do que se pode imaginar e podem alavancar o desenvolvimento de qualquer região. A inteligência artificial é um campo...
9 maio 2024
Centro-Oeste

Gasmig detalha Projeto Centro-Oeste para empresários da região

O presidente da Gasmig, Gilberto Valle, acompanhado de colaboradores, esteve na sede da Fiemg Regional Centro-Oeste, em Divinópolis, na manhã desta quarta-feira (08/05). O encontro reuniu empresários da região para...
8 maio 2024

Colaboradores da Gasmig fazem visita técnica à SAE Towers

Na última quinta-feira (02/05), alguns colaboradores da Gasmig estiveram na SAE Towers para uma visita técnica. Na oportunidade, foram discutidas oportunidades de otimização do contrato de fornecimento do gás natural,...
7 maio 2024
abastecimento

Sul de Minas é contemplado com posto de abastecimento GNV

A Gasmig comemorou o início das operações de mais um posto de abastecimento de Gás Natural no Sul de Minas Gerais. Com efeito, a Operação Assistida, que consiste em uma...
7 maio 2024
curiosidades

O gás natural e suas curiosidades: o que é, como foi descoberto, suas vantagens e para que serve

Você tem curiosidades sobre o que é o gás natural? É um combustível fóssil composto por uma mistura de hidrocarbonetos como o metano e o etano. Em síntese, ele é...
6 maio 2024
segurança e sustentabilidade

Gás natural é opção de segurança e sustentabilidade

O Gás natural é uma opção de combustível que traz muita segurança e sustentabilidade, além de apresentar muitas possibilidades de utilização. Cooktop, forno, aquecimento de água, secadoras de roupas, sistemas...
2 maio 2024
Pular para o conteúdo