Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

MINAS TÊNIS CLUBE IRÁ CONSUMIR GÁS NATURAL CANALIZADO

Compartilhe:

Clube é cliente-âncora do projeto de expansão da rede da Gasmig pela região Centro-Sul de BH.

A rede de distribuição de gás natural que irá atender a comércios e residências do bairro Santo Agostinho irá abastecer a unidade do Minas Tênis I, localizada no bairro de Lourdes, em Belo Horizonte. O contrato de fornecimento de gás natural será celebrado entre o Clube e a Gasmig nesta quinta-feira (12), às 8h30, na sede social, localizada à Rua da Bahia, 2244.

“O Minas Tênis Clube é o cliente-âncora do projeto residencial da Gasmig na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Isso quer dizer que ele é indispensável para viabilizar a expansão da rede de gás natural pela região”, enfatiza o presidente da Companhia mineira, Fuad Noman. A expansão começa em agosto pelo bairro Santo Agostinho, chegando até o Minas I, em Lourdes, para depois seguir por mais 20 bairros que compõem o centro-sul da capital.

O gás natural, que já é fornecido ao clube na forma comprimida, por meio de cilindros transportados por caminhões, passará a chegar por meio canalizado a partir de dezembro deste ano. O energético é utilizado no aquecimento das piscinas, saunas e nos restaurantes do clube, integrando-se a um sistema de energia solar.

“A melhora será imediata para a nossa logística, pois iremos dispensar o abastecimento por caminhões, que chega a ser feito até duas vezes por dia”, conta o gerente de Engenharia do Clube, Ilídio Salgado Brandão. “Além de dispensar o incômodo causado à comunidade vizinha pelo barulho e pela poluição”, acrescenta Brandão. A administração do clube espera economizar com a solução canalizada. O espaço onde estão alojadas as cestas de cilindros de gás natural voltará a ser utilizado como vagas de estacionamento.

Para o gerente de Projetos Residenciais da Gasmig, Marcelo Sant’Anna, o Minas Tênis será uma vitrine para as aplicações do gás natural nos comércios e residências. “Se uma instituição do porte do Minas Tênis Clube opta pelo gás natural, é sinal de que as suas vantagens – economia, conforto e praticidade – são comprovadas e poderão ser percebidas de perto pelos mais de 73 mil sócios do clube”, aposta Sant’Anna.

Atendimento residencial

Na primeira fase do projeto residencial da Gasmig, circunscrita aos bairros Santo Agostinho e Lourdes, na capital, serão investidos R$ 5,65 milhões para a construção da linha-tronco de aço de dois quilômetros de extensão, que consiste na derivação do gasoduto já existente sob a Avenida Amazonas, e da rede de adensamento em polietileno (PEAD), de aproximadamente 12 quilômetros, que passará sob as ruas dos bairros. O empreendimento, submetido a licitação pública, será executado pela empresa Elecnor do Brasil, especializada neste tipo de obra, que empregará o método não-destrutivo de instalação de dutos. O início das obras está previsto para o início de agosto, após a liberação do alvará da Prefeitura e da licença ambiental. As obras devem ser concluídas em fevereiro de 2013, mas os primeiros clientes já começam a receber o gás natural em dezembro, a exemplo do Minas Tênis.

Cento e quatorze prédios e cinquenta e sete estabelecimentos comerciais foram mapeados na região como possíveis consumidores e já estão sendo abordados pela Gasmig. A expectativa da Companhia é captar 1.900 clientes só nesta região, até 2014.

Minas Tênis

Fundado em 1935, o Minas Tênis Clube é formado, atualmente, por duas unidades urbanas – Minas I e Minas II -, uma unidade campestre – Minas Country – e o Minas Tênis Náutico Clube. Somadas, as áreas das quatro unidades ocupam cerca de 470 mil metros quadrados, oferecendo moderna infra-estrutura para atividades esportivas, culturais e de lazer para seus cerca de 73 mil associados. Se fosse uma cidade mineira, o Clube seria a 28ª em arrecadação (Secretaria da Fazenda MG – fev/2009) e a 43ª no ranking de população (IBGE – fev/2008). A Unidade I ocupa uma área de 31 mil m², delimitada pelas ruas da Bahia, Antônio Aleixo, Espírito Santo e Antônio de Albuquerque, no bairro de Lourdes.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Relacionadas

Gasmig enfatiza compromisso de minimizar impacto ambiental na construção do gasoduto Centro-Oeste

Minimizar o impacto ambiental na construção do gasoduto Centro-Oeste é uma preocupação da Gasmig. Afinal, ações para minimizar estes impactos está previsto, também, na estratégia ESG da Companhia. A implementação...
22 abril 2024

Gasmig participa de plano de contingência em Juiz de Fora

A prefeitura de Juiz de Fora realizou no dia 17/04, no auditório da sede, uma reunião de fechamento sobre o Plano de Contingência de riscos geológicos e hidrológicos de Juiz...
18 abril 2024
Imersão indústria

Gasmig participa de painel no Imersão Indústria

Gás Natural na Indústria foi o tema apresentado pela Companhia   A Gasmig está participando do Imersão Indústria, evento realizado pela FIEMG, e participou, nesta quinta-feira (11/04), do painel Cases...
11 abril 2024
Centro Oeste

Abertura de pista e desfile de tubos marcam a paisagem da região Centro-Oeste

Obras do gasoduto estão a todo gás e contribuem para geração de emprego e renda na região   A paisagem da região Centro-Oeste de Minas começa a ficar um pouco...
8 abril 2024
pacto global

Gasmig adere ao Pacto Global da ONU, maior iniciativa voluntária de sustentabilidade corporativa do mundo

A Gasmig acaba de ingressar no Pacto Global da ONU no Brasil, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de...
4 abril 2024
investimento

Gasmig tem maior investimento dos últimos 10 anos

Resultados recordes mostram crescimento uniforme da Companhia em todo o estado. Expansão será maior em 2024 com o Projeto Centro-Oeste   A Companhia de Gás de Minas Gerais – Gasmig...
26 março 2024
Pular para o conteúdo