Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Transição de matriz energética é o tema principal da COP28

Compartilhe:

Transição de matriz energética

Transição de matriz energéticaComeça nesta quinta-feira (30/11) a COP28 (Conferência de Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas), e vai debater temas como a transição de matriz energética.

A Conferência acontece até o dia 12 de dezembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Dessa maneira, o evento reúne todos os países-membros da ONU para debater estratégias para conter o aquecimento global.

De acordo com o Painel Intergovernamental Sobre Mudanças Climáticas (IPCC), a expectativa é que ocorram ações concretas, em comparação com a COP 27.

Mudanças climáticas

O Brasil tem sofrido bastante com as altas temperaturas decorrentes do el niño.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPETC), a previsão é que o país sofra com altas temperaturas até março de 2024.

Por consequência, isso vai elevar muito a temperatura em grande parte do país nos próximos dias.

O efeito estufa, basicamente, em si é um processo de acúmulo de gases na atmosfera e que altera a temperatura do planeta, provocando o aquecimento global.

Em síntese, a queima de combustíveis como carvão mineral e petróleo, além da emissão de dióxido de carbono por veículos, bem como queimadas e desmatamentos proporcionam o aumento do efeito estufa.

Transição de matriz energética

A sustentabilidade é a capacidade de usar recursos naturais sem comprometer o meio ambiente e as gerações futuras.

Desse modo, a redução do efeito estufa passa pela redução dos desmatamentos e queimadas até a transição da matriz energética.

Certamente, esta mudança consiste na troca de matrizes energéticas poluentes para fontes de energia renováveis, como hidrelétricas, eólicas, solares e de biomassas.

E este é um dos objetivos da Gasmig: ajudar as empresas a encontrar o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental.

Biometano

A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) abriu a primeira chamada pública para aquisição de biometano.

A data de previsão de conclusão desta Chamada é em 31 de julho de 2024.

Este tipo de gás é um produto derivado da purificação do biogás que, por sua vez, é o gás retirado do processo de decomposição anaeróbica (na ausência de oxigênio) de resíduos orgânicos.

Dessa maneira, estes resíduos orgânicos podem vir de lixo, esgoto urbano, agricultura, pecuária, suinocultura e gado leiteiro.

Por que usar Biometano

O aumento da busca por biometano demonstra uma grande preocupação da era moderna com combustível renovável.

Em um mundo onde a maioria das matrizes energéticas e dos fertilizantes são derivados de fontes fósseis, como o petróleo ou o gás natural.

Contudo, estão concentradas na mão de poucos e grandes produtores, a insegurança energética e alimentar é imensa.

Nesse ínterim, combustíveis fósseis são altamente prejudiciais para a natureza.

Isso ocorre devido a sua alta emissão de gases de efeito estufa (GEE), que aceleram o aquecimento global. Alternativas baseadas em energia renovável é necessária e urgente.

Por certo, o biometano é uma das soluções mais promissoras na substituição de um combustível fóssil e altamente poluente, para uma alternativa de combustível renovável, com menos emissão de GEE e mais autonomia dos países produtores.

O gás natural

O gás natural é considerado um produto energético de transição, já que apresenta uma baixa emissão de poluentes, quando comparado a outros combustíveis fósseis.

Nesse sentido, mesmo sendo um combustível fóssil, o gás natural libera menos dióxido de carbono (CO2) por unidade de energia gerada.

Ou seja, é uma ótima alternativa para a diminuição das emissões de gases que intensificam o efeito estufa.

Diversidade de Uso

Sua versatilidade permite que o gás natural seja empregado em uma vasta gama de aplicações.

Sendo assim, muitas empresas em todos os setores produtivos do comércio e prestação de serviços estão em permanente busca por alternativas de energia a baixo custo.

Em suma, o mundo de hoje exige produtos que reúnam segurança, sustentabilidade, economia e a consciência ambiental, caminhando juntos para um mundo melhor.

Por isso, o gás natural é uma excelente alternativa.

Benefícios

Os benefícios do uso do gás natural na indústria são:

  • Automotiva: a otimização dos recursos energéticos é uma das características que o gás natural proporciona, como nas estufas de secagem de pinturas e moldes, maçaricos de acabamento, fornos de tratamento térmico, caldeiras, entre outras.
  • Siderurgia: quando injetado nos fornos elétricos a arco, o gás natural gera uma redução no consumo de energia elétrica e aumenta a taxa de entrada de energia no forno diminuindo o tempo necessário à fusão da carga. Isso significa aumento da produtividade e a redução do tempo para a produção do aço.
  • Climatização: um motor a gás natural funcionando em baixa rotação pode transmitir movimento aos compressores, fazendo o fluido refrigerante rodar pelo sistema. As vantagens são muitas, mas o maior destaque é a segurança, o custo operacional e a o sistema de operações.
  • Metalurgia: maior eficiência em processos de tratamento térmico, eliminação de manutenções contínuas e estocagem de combustíveis, o gás natural é mais que uma opção: é a melhor escolha para empresas que buscam a competitividade e a redução de custos.
  • Textil: o gás natural impacta diretamente na melhoria da produtividade da indústria têxtil porque pode entrar em operação rapidamente, dispensa a necessidade de estocagem e chega até a empresa por meio de canalização segura e eficiente. Minimiza poluição e colabora com o impacto ambiental
  • Gás Natural Veicular: é o combustível alternativo que oferece mais economia, segurança e sustentabilidade para empresas, seja uma frota de veículos leves ou pesados. O GNV produz menos emissão de poluentes atmosféricos e por isso apresenta uma sustentabilidade acima de outros produtos similares.

Para conhecer os mais benefícios do gás natural e saber se sua residência, comércio ou indústria é atendido pela Gasmig, clique aqui.

Para saber mais informações sobre a chamada pública para aquisição de biometano, clique aqui.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Relacionadas

Centro-Oeste

Respeito à natureza é prioridade durante construção do Gasoduto Centro-Oeste

Respeito. Esta é a palavra-chave da Gasmig quando se trata de cuidar da fauna e onde está construindo seus gasodutos. Prova disso é a postura da Companhia com relação aos...
10 julho 2024
desenvolvimento

Gasmig completa 38 anos tendo desenvolvimento como força de atuação

Prestes a completar 38 anos de sua fundação (15/07), a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) tem apresentado constante desenvolvimento nos últimos anos e conquistado marcas importantes.  Até 2033,...
9 julho 2024
Gás Natural

Gás Natural é importante fator de desenvolvimento para Minas e para o Brasil

Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que apenas 14% das empresas do setor no Brasil utilizam gás natural no processo produtivo. Os dois principais motivos citados para...
3 julho 2024
COP BH

Gasmig tem acordo de cooperação com COP-BH, que completa 10 anos

O Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) comemorou 10 anos de atuação na capital mineira. A Gasmig possui um Acordo de Cooperação Técnica com o Município de Belo...
2 julho 2024
clientes ligados

Gasmig atinge marca de 100 mil clientes ligados

A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) atingiu o marco de 100 mil clientes ligados. O Contrato de concessão previa que a Companhia chegasse a esta marca em dezembro...
27 junho 2024
Minas Summit

Gasmig participa do painel “Minas e suas matrizes econômicas”, no Minas Summit

O Diretor Técnico Comercial da Gasmig, Rodrigo Pazini, participou do painel “Minas e suas matrizes econômicas”, durante o Minas Summit, nesta quarta-feira (26/06). Ao falar sobre inovação, o Diretor Técnico...
26 junho 2024
Pular para o conteúdo